Translate this Page

Rating: 2.7/5 (2014 votos)


ONLINE
3





Partilhe este Site...


Atabaques/ingoma/ngoma/tambor
Atabaques/ingoma/ngoma/tambor

 

ATABAQUES

 

  Todas as vezes que o ogã da casa der obrigação, os atabaques devem ir junto.

 

  Os atabaqus são oborizados na inauguração da casa.

 

  Os laços dos atabaques significam: rum = orixá da casa; Rumpi = juntó; Lé = Oxalá (sempre).

 

  Quando alguém dá um tombo num atabaque tem que obrigatoriamente dar um frango para ele.

 

 Todas as vezes que se trocar o couro, o velho não vai para o lixo. O de Angola fica junto a Tempo, os demais vão para a cachoeira. É bom utilizar o couro das matanças de obrigações feitas na casa para encourar atabaques.

 

 Os atabaques devem ser periodicamente colocados ao sol e untados com óleo de amêndoas ou azeite doce. para energizar.

 

 Embora dê menos trabalho, não se deve passar dendê, porque o Lé pertence a Oxalá.

 

Quando o ogã começa a se machucar no atabaque é porque está com problemas (sexo, álcool, etc.)

 

  O ogã ao pegar no atabaque para bater deve passar omieró nas mãos. (Não é agbo, é erva fresca: elevante, macaçá, etc.)

 

  Era costume colocar uma quartinha com omieró e uma bacia junto aos atabaques.

 

  No chão do Angola estão as energias dos ancestrais (Bukulu ou Akua Ukulu) = Baba Egun ("energias que comem a carne e devolvem os ossos")

 

  A coluna que se coloca no meio do barracão nas casas de Jeje representam fisicamente a energia vital existente entre a cumeeira e o chão. Não há necessidade, é apenas uma representação.

 

topo